domingo, 20 de março de 2011

Caro Sr. Presidente,

"A democracia no Brasil é exemplo para os países árabes";
"O Brasil é muito mais lindo do que nos filmes",
Obama disse em seu discurso, realizado no Theatro Municipal
do Rio de Janeiro, hoje. Creio que um itinerário elaborado hipotética e humildemente como o meu abaixo traria uma nova perspectiva ao nosso dono do mundo:

Caro Sr. Presidente, convido-lhe a conhecer nossos políticos,
velhos asquerosos, corruptos, ladrões de um povo ignorante,
manipulável e com valores mediocres, nossos pastores, comerciantes
engravatados de mercadorias falsas e podres, traficantes de almas
condenadas a uma vida de escravidão física e espiritual. Nossos policiais,
abusando do poder que lhes é resignado e comprados por aqueles que
deveriam combater. Nossos bandidos, chefões do morro, chefões de
vidas miseráveis, mandantes dos crimes mais abomináveis, chefões de
uma cidade inteira.
Nossos pivetes, crianças analfabetas e imundas, jogadas
às ruas e importunando os que por elas se sentem amedrontados e enfurecidos. Nossos
marginais, garotos viciados e fortemente armados, explodindo cabeças daqueles que não têm seu direito à defesa permitido por lei. Nossas celebridades, prostitutas
não-assumidas e não-reconhecidas, enrustidas no véu banal de dançarinas,
modelos, cantoras e atrizes. Todas umas vadias mercenárias. Gays deslumbrados,
jogadores drogados e assassinos, sambistas cafetões e bicheiros, apresentadores
milionários e ostensivos.
Nossos professores, infelizes sábios em seus palácios deploráveis
do conhecimento, cercado por seus súditos desinteressados, vendo
a fortuna que mereciam parar nas mãos de deputados e ex-bbbs. Nossas crianças,
corrompidas pelo hipnotizante culto à sexualização precoce, à exibição sem limites,
ao consumo de futilidades alienantes e desprezíveis. Nossos fanáticos religiosos,
escravos de uma fé questionável e isentos de racionalidade.
Convido-lhe a visitar nossas favelas, berços esplendidamente imundos e esquecidos por uma política pública que planeja justamente essa postura como a correta e lucrativa.
Nossos bailes, antros de prostituição, vícios e crimes, onde menores de idade aprendem que funk é, de fato, CUltura.
Nossas escolas, ambientes desgastados e abandonados, lugar de trabalhadores mal pagos, em prol de um progresso exclusivamente econômico e tecnológico.
Nossos condomínios luxuosos, repletos dos que se fecham em uma realidade paralela, saindo dela somente quando desejam mais pó, ou simplesmente correr a mais de 100km/h no meio da noite.
Nossas ruas, todas elas, mas sem interdições, fechamentos e proibição temporária da circulação de pessoas, veículos e atividades comerciais. Nossas ruas caóticas, sujas, cheias dos seus habitantes hipócritas e egoístas, a pé ou a bordo de transportes caindo aos pedaços, abarrotados, calorentos, estressantes.
Convido-lhe, por fim, a conhecer, a verdadeira democracia deturpada de uma zona tropical onde poucos mandam e muitos obedecem. Nossa distopia extraordinária por trás de uma enorme bunda receptiva e calorosa, onde o buraco, na verdade, é mais embaixo...

7 comentários:

  1. Acho que o exemplo de democracia ao qual ele se referiu, foi no sentido de não precisar invadir o Brasil para conseguir explorar nossas riquezas, como tenta fazer na Líbia. E ainda vem dizer que quer ser parceiro do Brasil. Obama perdeu uma grande oportunidade de ficar em casa vendo o Sportscenter.

    ResponderExcluir
  2. Democracia onde nossa querida presidenta já arquiteta colocar em prática uma agência de controle da mídia? Fato! Democracia onde sua opinião só conta se for a que eles querem ouvir, programas/revistas/folhetos que expressam opinião contrária são boicotados enquanto bandas de axé recebem verba pública como incentivo a cultura. Parabéns Gilberto Gil! Democracia onde o voto dos conscientes de nada vale uma vez que é soterrado na maré de ignorância da grande massa que elege "políticos" de televisão. Realmente somos um exemplo. Afinal temos a maestria na arte de olhar para o lado, ignorando nossas mazelas, e dar de cara com um cenário tropical paradisíaco. Ai é quando falamos: Deus é Brasileiro! Eles só tem o tio Sam...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Pro Brasil ser uma verdadeira democracia deveria ter antes um povo mais instruído, partidos políticos com propostas políticas de verdade e uma mídia menos imbecil. Isso só pra começar...

    ResponderExcluir
  7. faço minhas suas palavras... pq me causou um desonforto imenso isso de Obama dizer que o "Brazil" é um exemplo de democracia para os países árabes...

    ResponderExcluir